Por Comunicação Piéz Engenharia de Energia


Energia Limpa – Fontes de Eletricidade Limpas

Atualmente com a ajuda de novas tecnologias, é possível implementar sistemas de energia limpa que contribuem também para a economia da conta de luz.


Energia Limpa – Fontes de Eletricidade LimpasVocê já considerou utilizar um tipo de eletricidade limpa? Pois é, esse é o desejo de muitos consumidores no mundo inteiro, embora ainda não exista uma forma de geração de energia completamente limpa. No entanto, existem algumas soluções que podem ser utilizadas principalmente para diminuir os impactos ambientais, reduzindo a emissão de gases poluentes e aumentando o aproveitamento de recursos naturais e renováveis.

Por muito tempo utilizamos o tipo de energia convencional e a consideramos como única forma de se gerar eletricidade para nossa residência ou estabelecimento. Entretanto, atualmente com a ajuda de novas tecnologias, é possível implementar sistemas de energia limpa que contribuem também para a economia da conta de luz. Vamos conhecer um pouco mais sobre o assunto?

 

O que é energia limpa?

Em primeiro lugar, considera-se um tipo de eletricidade limpa aquela que não emite poluentes na atmosfera, apresentando fatores prejudiciais à natureza apenas na área em que a usina está instalada. Portanto, ainda que gere um mínimo impacto ao meio ambiente, a energia limpa contribui para a sustentabilidade do planeta, além de auxiliar na diminuição do efeito estufa e do aquecimento global, entre outros benefícios.

Apesar disso, hoje em dia os combustíveis fósseis ainda são mais utilizados em nosso país para a geração de energia, os quais incluem recursos como petróleo, diesel, gás natural, xisto e carvão mineral. Esses contribuem para diversos malefícios como desmatamento, decomposição de seres vivos, animais e vegetais, poluição e entre outros. Desta forma, nota-se a importância da utilização da energia limpa para a geração de eletricidade, que vem ganhando cada vez mais visibilidade.

 

Quais as fontes de energia limpa?

Embora os combustíveis fósseis sejam prevalentes no nosso dia a dia, a boa notícia é que as fontes de energia limpa, desde as mais conhecidas e as ainda não utilizadas, vêm ganhando força nos dias de hoje. São elas: energia hidráulica, energia eólica, energia solar, energia da biomassa, energia maremotriz, energia nuclear e energia geotérmica.

 

Energia Hidráulica

Principal fonte de energia utilizada no Brasil, a energia hidráulica funciona a partir da geração de energia pela força da queda das águas nas barragens dos rios, movendo as turbinas.

No entanto, em regiões que possuem períodos de seca pode ocorrer uma diminuição na produção, aumentando também o valor da conta de luz. Além disso, a energia hidráulica causa impactos ambientais na área de instalação, o que prejudica a flora e fauna local, e desloca moradores da região.

 

Energia Eólica

No caso da energia eólica, utiliza-se a força do vento que gera energia elétrica por meio dos aerogeradores, equipamentos utilizados para a conversão de modo simples, rápido e não poluente. Ainda assim, é considerada uma boa opção para a instalação em locais que possuem bons ventos e a rede elétrica convencional não chega.

Porém, as turbinas apresentam poluição sonora por fazerem muito barulho, sendo uma das desvantagens dessa tecnologia, além do índice de mortalidade de pássaros e aumento da temperatura média local.

 

Energia Solar

A energia originada da luz solar é captada por meio dos painéis solares e convertida pelo inversor solar (de corrente contínua para alternada) do sistema fotovoltaico. Portanto, a energia solar é considera uma opção viável, visto que o seu recurso natural opera todos os dias, apenas com uma capacidade menor em dias chuvosos.

Apesar disso, seu custo de aquisição ainda é bastante elevado e não há incentivos governamentais suficientes para o aumento da implementação de sistemas fotovoltaicos em residências e estabelecimentos.

 

Energia da Biomassa

A geração de energia produzida pela energia da biomassa é produzida a partir da queima de matérias orgânicas como o bagaço da cana-de-açúcar, madeira e óleos vegetais. Desta forma, o biogás é feito por meio da conversão do lixo orgânico em gás, como fonte de energia, enquanto o biocombustível é gerado a partir da transformação de produtos agrícolas em combustível. Porém, existem algumas desvantagens nesse tipo de fonte de energia, como sua geração que interfere no consumo de água e na ocupação de locais que poderiam ser utilizados para o cultivo de alimentos.

 

Energia Maremotriz

A energia maremotriz é produzida a partir das marés ou correntes oceânicas, que são geradas de maneira sustentável, necessitando apenas de uma central próxima aos oceanos. Ela é utilizada principalmente para o abastecimento de energia em cidades próximas ao litoral, porém não possibilita uma produção constante, já que o ciclo das marés é irregular.

 

Energia Nuclear

A energia nuclear possui urânio e tório como recursos para a geração de energia. Mas, ao contrário do que muitos pensam, seu processo não é semelhante ao de combustíveis fósseis, já que não liberam gases de efeito estufa, embora possuam alto risco de acidentes nucleares. Além disso, a energia nuclear atua independentemente de fatores climáticos e apresenta um custo mais alto.

 

Energia Geotérmica

A energia geotérmica opera a partir da passagem de um fluido por meio da zona quente que, assim, é aquecido para convertê-lo em vapor. Desta forma, o vapor, que possui uma energia interna elevada, é utilizado através de uma turbina para convertê-lo de energia mecânica para energia elétrica.

Ela é muito utilizada no dia a dia, como na geração de eletricidade para ar-condicionado no verão, aquecimento no inverno, aquecimento de água, geração de eletricidade em usinas e energia para indústrias. Porém, não há uma ampla produção desse tipo de energia no Brasil.

 

Qual a importância da energia limpa?

Principalmente para a preservação do meio ambiente, a energia limpa contribui para a utilização de fontes renováveis, que podem ser passadas de geração em geração, já que não se esgotam. Desta forma, além dos recursos utilizados estarem disponíveis para nossos filhos e netos, a energia limpa não causa impactos significativos, como o aumento do dióxido de carbono (CO2) na atmosfera, além de não emitir gases de efeito estufa e tampouco agravar o aquecimento global.

Além disso, a energia limpa contribui para a qualidade de vida da população, considerando que a não queima de combustíveis fósseis não gera gases poluentes ou resíduos prejudiciais à saúde.

 

Como é gerada eletricidade limpa?

A eletricidade limpa é gerada a partir de recursos naturais renováveis ou não renováveis, seja pela movimentação das águas, força dos ventos, captação da luz solar, materiais orgânicos, força das correntes oceânicas ou por fluidos da zona quente. Sendo assim, cada fonte de energia possui sua particularidade e gera eletricidade de modo simples, eficiente e não prejudicial à natureza, apenas ao local de instalação.

 

Energia Limpa no Brasil

No Brasil, a utilização de fontes de energia renováveis é predominante na energia hidráulica com 61%, em segundo lugar a eólica (9%), em seguida a biomassa (8%), a nuclear (1%) e a solar (1%), segundo dados de 2019.

Isso quer dizer que a matriz energética brasileira é uma das mais limpas do mundo, ficando atrás da China e dos EUA somente. Porém, ainda faltam incentivos fiscais para a ampliação do aproveitamento dessas fontes de energia, uma vez que o modelo brasileiro ainda é dependente de uma única fonte - a hidráulica. Como solução, devem ser feitos investimentos para acelerar o desenvolvimento e a utilização de fontes como a energia eólica e solar, também por serem renováveis.

 

Energia Limpa no Mundo

A matriz energética mundial é composta por 16% de energia hidráulica, 10,6% de energia nuclear, 4,9% de energia solar, eólica, geotérmica e maremotriz, e 2,2% de energia biomassa. Porém, pode-se observar que a utilização de fontes de energia renováveis tem crescido exponencialmente nos últimos tempos, tornando-se a opção mais viável para a produção de eletricidade limpa no mundo.

Sendo assim, espera-se que, com o crescente aproveitamento dessas tecnologias, os custos para aquisição diminuam e sejam cada vez mais acessíveis à população, contribuindo para a preservação do meio ambiente, economia e sustentabilidade.

 

Fonte: https://www.portalsolar.com.br/energia-limpa-fontes-de-eletricidade-limpas

Comunicação ProtegeClean

Por Comunicação Piéz Engenharia de Energia


Voltar

Cadastre-se para receber conteúdos
relacionados a eficiência
energética!

Siga-nos nas Redes Sociais